Descolagem

Este blogue tem um padrinho, um padrinho dos que escolhe o nome e tudo. Foi o João Pedro Oliveira que um dia à tarde ali para o Príncipe Real baptizou a ideia então ainda muito vaga. O Perestroika nasceu nesse momento apadrinhado pela energia criativa do João que espera não defraudar.

Para que não haja lugar a desilusões, o blogue não tem grandes ambições: é um espaço de um Peres (jornalista) sobre a Troika (em Lisboa). Será alimentado por ligações às análises e opiniões e textos publicados no Negócios e no Massa Monetária, onde o Peres trabalha há uns anos. Também haverá contributos dedicados sempre que o pouco tempo o permita.

O espaço vê a luz do dia no momento em que termina a sétima avaliação da troika, mas não beneficia de qualquer inspiração divina como a que segundo Cavaco Silva, Presidente da República, terá garantido a aprovação da mais longa e ardilosa avaliação desde que FMI, Comissão Europeia e BCE aterraram em Lisboa no Verão de 2011. Fica contudo a dever alguma coisa a esse episódio como um bom exemplo da degradação económica e política em que Portugal caiu.

O Perestroika tentará contribuir para o relato dessa dolorosa, confusa e espantosa experiência que é viver numa economia pobre que se sujeitou à tutela do fazer-o-que-for-preciso-para-recuperar-a-credibilidade-dos-mercados.

Inevitavelmente, este será um espaço sobre a reestruturação (significado literal de “perestroika”) em curso em Portugal e que é, em parte importante, influenciada por uma Europa reinventada após a Perestroika que conduziu à desintegração da URSS e à unificação da Alemanha, o País que emerge duas décadas depois como o principal actor da união monetária europeia entretanto criada.

A fotografia do edifício que acolhe o ministério das Finanças alemão foi escolhida não apenas pela relevância óbvia que as decisões em Berlim ganharam para Portugal. Esta é também uma forma de sublinhar a importância de enquadrar a crise nacional na história económica europeia do século XX, uma história que o edifício na Wilhelmstrasse 97 acolheu desde os anos 30.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s