Portugal SA e o interesse nacional

O mais surreal no debate sobre o “interesse nacional” no caso da Portugal Telecom é ver uma oferta angolana a prometer defendê-lo. Mas o mais impressionante é a forma radical como o Governo remete tudo para a esfera privada (e em contraste até com governos liberais como o de David Cameron), e a oposição parlamentar parece incapaz de definir o que entende por interesse nacional e de como deve ser defendido (seja nas privatizações, seja em negócios que envolvem grande empresas de base nacional como a PT).

Este é o tema da opinião no Visto por Dentro em que proponho um mínimo para defesa do nosso interesse:

A PT é uma dos maiores empregadores portugueses e cliente de muitas outras PME, é uma das poucas grandes empresas com base nacional e responsável por uma fatia importante do investimento em investigação e desenvolvimento no País. Numa empresa assim, o Estado não só pode, como deve meter a colher. E o mínimo é exigir compromissos públicos e claros sobre os seus planos de curto e médio prazo para o número de trabalhadores e de empregos qualificados e para os níveis de investimento que pretende fazer, nomeadamente em investigação e desenvolvimento.

Visto por Dentro, 18 Novembro de 2014

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s